Os perigos da reutilização dos rollers de microagulhamento

Os perigos da reutilização dos rollers de microagulhamento

Acredite, isso na foto não são sorvetes. São aparelhos para microagulhamento “guardados” para reutilização! Infelizmente, esta é uma prática que ainda acontece muito. A afirmação está postada na fanpage da RentalMed, e aborda o despreparo e desinformação de alguns “profissionais” em relação ao uso do roller. O roller de microagulhamento é um produto descartável e individual, que não pode ser reutilizável de modo algum! Isso é o que diz a legislação brasileira, de acordo com as normas da Anvisa. Vamos conhecer os perigos da reutilização dos rollers de microagulhamento?

“Chega do jeitinho brasileiro, valorize sua profissão, valorize-se e trate seu paciente com respeito e cuidado”, ressalta a fanpage, que obteve cerca de 25 mil visualizações e dezenas de comentários. Em sua maioria, pessoas indignadas com a prática.

Há, por exemplo, comentários de pessoas indignadas “com tanta falta de respeito e de consciência de alguns profissionais”. Outros comentários pedem que os clientes assumam uma postura firme, para jamais aceitarem esse tipo de procedimento. E ainda há os que questionam o reuso dos aparelhos: “Que absurdo… que profissionais são esses”? Diversos outros comentários com o mesmo teor foram feitos em resposta à postagem.

Normas da Anvisa para segurança do paciente.

O que fazer em caso de suspeita de reutilização de rollers de microagulhamento?

O primeiro aspecto a ser considerado no microagulhamento por roller (um cilindro com agulhas entre 0,25mm e 3,0mm) são as certificações exigidas. Todo aparelho deve ser registrado na Anvisa. Bons equipamentos como o MRoller Gold e o Dr. Roller, por exemplo, são esterilizados por Raios Gama e apresentam certificações Anvisa, CE, FDA, KFDA e ISO 13485.

É importante observar também que há um bom número de equipamentos ilegais no mercado. Seus resultados são, no mínimo, duvidosos… E isso sem levar em conta os riscos!

Além do congelamento dos aparelhos, outro procedimento errado é tentar limpá-lo com álcool ou reesterilizá-lo. Isso porque, quando o sangue penetra no equipamento, não há como garantir que haja uma limpeza adequada, ou mesmo uma esterilização correta e eficaz.

Nem mesmo o calor úmido sob pressão das autoclaves garante um bom resultado, já que os rollers não tem resistência para serem submetidos a este processo.

Além de não ser reutilizável, o roller deve ser descartado adequadamente. Ele é considerado pela legislação como um material perfuro-cortante, e por esta razão deve ser descartado como lixo hospitalar. Jogar no lixo comum, nem pensar!

Conheça o M Roller Gold

M Roller Gold

Conheça o Dr. Roller

https://rentalmed.com.br/produto/dr-roller-agulha-15mm/

Leia também:

Smart Derma Pen: a revolução tecnológica do microagulhamento

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Your email address will not be published. Required fields are marked *


{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}