Como acabar com a acne e suas sequelas

acne

Como acabar com a acne e suas sequelas

Como acabar com a acne e suas sequelas? Essa pergunta tem sido feita por milhões de pessoas. Seja por alimentação não balanceada, hormônios ou a idade, muita gente sofre com o problema. Nessa hora, não faltam conselhos e alertas sobre tratamentos caseiros. E, como em tudo na vida, é melhor prevenir do que remediar.

Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, maiores são as chances de acabar com a acne. E há muitos tratamentos eficazes. Produtos cosméticos, microagulhamento, carboxiterapia… Opções na faltam. Uma boa avaliação profissional poderá indicar o melhor caminho a ser seguido pelo paciente.

O que é a acne?

Mas o que é, de fato, a acne? Trata-se de uma condição da pele cuja ocorrência se dá quando os folículos pilosos (onde nascem os pelos) ficam obstruídos por sebo e células mortas. O local acaba sendo colonizado por bactérias, que geram inflamação. Normalmente, a acne surge no rosto, pescoço, costas, ombros e peito.

A acne pode surgir em qualquer idade. É mais comum durante a adolescência, em função do aumento hormonal. Em níveis alterados, os hormônios acabam estimulando o trabalho das glândulas sebáceas, que produzem uma secreção oleosa essencial à pele. Essa secreção limpa as células mortas através do folículo piloso, que as elimina. Mas, produzido em excesso, esse sebo acaba retido, entupindo os poros e atraindo bactérias (Proprionibacterium acne), que geram a inflamação.

Principais sintomas da acne

Os sinais e sintomas da acne são bastante evidentes, bastando olhar no espelho. Tudo começa com uma coceira e irritação na região afetada, mas logo surgem outros indícios da acne, entre eles:

  • Pontos pretos (cravos marcam o estágio inicial ou o tipo mais ameno da acne)
  • Espinhas (pontos brancos, arredondados, com uma área avermelhada em volta)
  • Pústulas (num estágio mais avançado da doença, aparecem protuberâncias com pus)
  • Abcessos (complicação mais grave das espinhas e pústulas)

Principais fatores de risco

Entre os principais fatores de risco para a acne, a puberdade é o mais comum. Em função do aumento dos níveis hormonais, adolescentes são mais suscetíveis à acne. E isso, inclui, ainda, o período menstrual. Mas tem alguns outros que aumentam a possibilidade de desencadear o processo. São eles:

  • Pele oleosa
  • Síndrome dos ovários policísticos
  • Distúrbios da tireoide
  • Estresse crônico
  • Medicamentos como os corticoides
  • Exposição exagerada ao sol
  • Transpiração em excesso
  • Uso de cremes faciais inadequados
  • Predisposição genética

Como é feita a prevenção

Para prevenir a acne é preciso, de início, saber dosar o tempo de exposição ao sol. Os raios ultravioleta podem ajudar, por terem um efeito antibacteriano, mas o exagero estimula o aumento de oleosidade e atrai micróbios.

A rotina de cuidados diários é importante. Manter a pele limpa, sem resíduos e acúmulo de poluição ajuda muito. Portanto, é bom usar um sabonete facial pela manhã e à noite. Observe que lavar demais pode provocar o efeito rebote, estimulando a produção de gordura e agravando a situação.

Quanto aos cosméticos, a melhor alternativa são os oil free, livre de gordura. E devem sempre ser removidos antes de dormir. Por fim, deve-se fazer uma alimentação equilibrada, evitando comidas muito calóricas e gordurosas.

O tratamento da acne

Para combater a acne e suas consequências é preciso usar “o remédio certo, na dose certa”. Assim, em sua manifestação mais amena, o combate ocorre com simples lavação da área com sabonete suave, duas vezes ao dia. Depois, usam-se cremes ou loções com substâncias como ácido retinoico para desobstruir os poros. Em alguns casos, um médico poderá indicar ainda algum antibiótico.

Já em casos mais graves, verificada a presença de pus e inflamação, o correto é o uso de isotretinoína, substância que inibe a produção das glândulas sebáceas.

Por fim, para eliminar marcas de pele causadas pela acne, os dermatologias normalmente utilizam métodos como peeling, microdermobrasão e laser.

Algumas dicas sobre a acne

  • Consuma alimentos ricos em vitamina A, que diminuem o excesso de células mortas na pele.
  • Use com critério produtos com peróxido de benzila para a acne moderada.
  • Tratamentos a laser, nos casos leves e moderados, diminuem as manchas e ajudam, por destruírem as bactérias.
  • Em alguns casos, o médico poderá indicar antibióticos como a tetraciclina, eritromicina, limeciclina e trimetoprim – todos em comprimido; ou a clindamicina, em forma de gel.
  • Nos casos graves, os médicos geralmente indicam comprimidos com isotretinoína retinóide.
  • O microagulhamento é um método eficaz para acabar com as sequelas da acne, normalmente manifestadas como cicatrizes. O microagulhamento é feito com o uso de rolos com microagulhas que perfuram as camadas da pele e estimulam o colágeno. Os resultados são surpreendentes.

Veja também:

Ecco’s Máscara Secativa – 250g

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Your email address will not be published. Required fields are marked *


{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}