TECAR Terapia: Qual é a diferença entre Frequência e Intensidade?

TECAR Terapia: Qual é a diferença entre Frequência e Intensidade?

Vimos na última matéria que existem vários tipos de radiofrequência. Assim, pudemos entender que os efeitos terapêuticos da TECAR Terapia são bem diferentes dos equipamentos de radiofrequência convencionais. Hoje, vamos descobrir juntos qual é a diferença entre frequência e intensidade. Bora lá?

O que é Frequência?

Como você já sabe, eu gosto de contar a história das coisas para que possamos entendê-las do início ao fim. Então, voltemos à Alemanha dos anos 1880, onde o físico Heirich Rudolf Hertz fazia suas pesquisas sobre radiação eletromagnética na Universidade Humboldt de Berlim.

Resumindo a longa história das pesquisas acadêmicas do Sr. Hertz, ele conseguiu não só comprovar a existência da radiação eletromagnética, como calcular suas “pulsações por segundo”. E, merecidamente, a medida de “um pulso por segundo” ganhou o nome de 1Hz, ou um Hertz.

RentalMed Frequência 1Hz

Então, quando vemos as grandezas de radiofrequência em Hertz, precisamos relacioná-las com “pulsos por segundo”. Simples assim! Falando especificamente da TECAR Terapia, que é o que nos interessa nesta série, ela trabalha em frequências de 0,5MHz a 1MHz.

Elas podem ser classificadas como VHF (very high frequency, ou frequência muito alta), ou até UHF (frequência ultra alta), já que suas pulsações variam entre 500.000 pulsos por segundo (0.5MHz), e 1.000.000 de pulsos por segundo (1MHz).

Os outros equipamentos de “radiofrequência convencional” têm uma grande variedade de frequências disponíveis. Vão de 640.000 pulsos por segundo (640KHz) até 1.200.000 pulsos por segundo (1.2MHz).

Porém, a atuação destas frequências nos equipamentos “convencionais” é muito diferente da atuação da TECAR Terapia. Mas… por quê?

O que é intensidade?

Em física, a definição de Intensidade é “a quantidade de energia que passa por determinado ponto durante determinado tempo”. É bem simples: quanto maior a intensidade, mais energia passa por aquele ponto durante certo tempo. Quanto menor a intensidade, menos energia passa por aquele ponto durante certo tempo.

E é este valor – a Intensidade – que vai apresentar profundas diferenças entre a TECAR Terapia e as “radiofrequências convencionais”. Isso porque a TECAR Terapia tem uma intensidade próxima a das células do nosso corpo, sendo muito, mas muito mais eficiente em fazer bioestimulação celular do que as radiofrequências tradicionais.

RentalMed Intensidade de Corrente

E qual é a diferença, afinal?

Bom, frequência significa quantos pulsos por segundo. E intensidade significa qual a força destes pulsos em determinada área, em determinado tempo. O elemento que faz a verdadeira diferença entre a TECAR Terapia e as Radiofrequências Convencionais é a intensidade da corrente. Ela se assemelha muito à intensidade natural do corpo humano, e justamente por isso proporciona uma bioestimulação extremamente eficaz.

Falaremos mais sobre ela no próximo texto. Até lá!

No próximo texto:

Vamos falar diretamente sobre as diferenças entre as Radiofrequências Convencionais e a TECAR Terapia. Confira:

Qual a diferença entre TECAR Terapia e Radiofrequência Convencional?

Leia também:

TECAR Terapia: um tipo de “radiofrequência monopolar”

Conheça o equipamento:

TECAR Terapia – Physioled Therma

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Your email address will not be published. Required fields are marked *


{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}