TECAR Terapia: um tipo de “radiofrequência monopolar”

TECAR Terapia: um tipo de “radiofrequência monopolar”

Você já deve ter ouvido falar da TECAR Terapia, nova tecnologia de bioestimulação celular que está revolucionando as clínicas da Europa e do mundo todo? Ainda não? Então respire fundo, sente-se de maneira confortável aí, e vamos iniciar nossa busca para descobrirmos juntos quais são os diferenciais deste equipamento tão falado no momento!

Um tipo de “radiofrequência monopolar”

Antes de mais nada, precisamos entender que a TECAR Terapia faz uso de correntes elétricas, gerando um campo eletromagnético. Assim como os diversos outros tipos de radiofrequência já tão conhecidas e utilizadas nos campos da Estética, da Fisioterapia e da Medicina em geral.

Ah, mas radiofrequência monopolar eu já conheço! A ponteira esquenta! Isso aí não é novidade nenhuma, nem pra mim, nem pra ninguém”!

Eu adoraria que a coisa toda fosse simples assim… Mas não é! Peguemos como exemplo algumas tecnologias comuns, que fazem parte do dia a dia. Rádio AM, sinal de TV e 4G do celular, por exemplo. São tecnologias que, aparentemente, não têm em absolutamente nada em comum, certo? Errado! Todas elas fazem uso de radiofrequências!

Elas recebem este nome por estarem posicionadas no espectro de rádio das frequências do campo eletromagnético conhecido, que vai de 10KHz (dez mil Hertz) até 27GHz (vinte e sete bilhões de Hertz). Ou seja: a radiofrequência é um espectro bem amplo, e que abrange um montão de frequências diferentes. E todas elas estão no espectro de rádio. Cada um destes aparelhos utiliza uma banda, uma faixa de frequência diferente, para evitar que elas se sobreponham gerando a famosa interferência de sinal.

RentalMed Tecar Terapia -

Aplicação de TECAR Terapia, um tipo de radiofrequência monopolar com energia capacitiva ou resistiva

Então quer dizer que existe mais de um tipo de radiofrequência?

E-x-a-t-a-m-e-n-t-e!

E esta é a primeira coisa que temos que entender antes de seguirmos adiante. A TECAR Terapia faz uso de um tipo de radiofrequência, mais precisamente entre as bandas de 0,5MHz a 1MHz. Só que isso não significa que ela seja igual aos outros equipamentos de radiofrequência ou criofrequência que você já conhece. Afinal, o seu radinho e seu smartphone também usam radiofrequências, e cada um deles faz coisas completamente diferentes um do outro!

Pra ficar bem claro: assim como rádios, TVs e celulares, as radiofrequências utilizadas no Brasil em Estética e Fisioterapia também são reguladas pela Anatel. Ou seja: além de serem aprovadas pela ANVISA, elas precisam também ser testadas e aprovadas pela Agência Nacional de Telecomunicações para garantir que sua emissão de radiofrequência não interferirá com as outras bandas de radiofrequência utilizadas para as comunicações.

No próximo texto:

Vamos falar sobre quais são as diferenças entre FrequênciaIntensidade, que são as grandezas que fazem a TECAR Terapia ter uma atuação muito diferente das radiofrequências convencionais! Confira:

TECAR Terapia: Qual é a diferença entre Frequência e Intensidade?

 

Leia também: 

TECAR Terapia: um poderoso tratamento para a regeneração de tecidos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Your email address will not be published. Required fields are marked *


{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}