Luz Intensa Pulsada: um dos melhores tratamentos para manchas na pele

Luz Intensa Pulsada: um dos melhores tratamentos para manchas na pele


Todo ano é a mesma coisa: o verão termina e nos meses seguintes as Clínicas Estéticas ficam lotadas de pessoas procurando tratamento para as manchas causadas pela exposição ao sol. Então hoje vamos falar sobre a Luz Intensa Pulsada: um dos melhores tratamentos para manchas na pele!

Dito isto, comecemos pensando em…

Um belo dia de sol

O Sol é a nossa principal fonte luz e calor, ou seja, de radiação eletromagnética. Então, ao olharmos pela janela e vermos na rua um dia ensolarado, precisamos escolher bem a cor da roupa que vamos usar. Afinal, roupas são um dos reforços artificiais que utilizamos para defender a nossa pele da agressão dos raios solares.

E quando a gente fala em pele – ou em quaisquer outras estruturas – precisamos relembrar que, na Natureza, tudo é fóton. Tudo o que existe emite e interage em níveis de radiação eletromagnética.

Se você sair na rua vestindo roupas pretas neste belo dia de sol, vai sentir mais calor do que se estivesse usando de roupas brancas. Isso porque tecidos de cor escura têm a propriedade de absorver e reter a energia eletromagnética da radiação solar. Já a cor branca tem a capacidade de refletir boa parte desta energia.

Com este exemplo simples, lembramos que as cores têm determinadas particularidades, como absorver ou refletir a luz e o calor. Estas particularidades dependem das variações do comprimento de onda da radiação solar que nossos olhos conseguem captar. E veja só como a Natureza é maravilhosa: cores diferentes têm comprimentos de onda diferentes!

Tudo tem a ver com os comprimentos de onda

Qual é o comprimento de onda da radiação eletromagnética? Bom, é uma variação bem grande. Elas variam desde os Raios Gama – que têm o menor comprimento de onda – até as Radiofrequências, que tem os maiores comprimentos.

Os espectros da Luz Visível ficam entre o Ultravioleta e o Infravermelho, abrangendo comprimentos de onda entre 400 e 700 nanômetros.

RentalMed espectro da luz visivel

Imagem 1 – Comprimentos de onda do Espectro Eletromagnético

Isso significa que o espectro da luz visível é bem pequeno. Quase ínfimo, diante da amplitude do espectro da radiação eletromagnética como um todo. E é este campo pequenininho que nos interessa hoje. Afinal, precisamos entender bem os aspectos físicos da luz e das cores para que possamos compreender:

1) como a luz solar agride as células da nossa pele;
2) como o nosso corpo se defende destes ataques solares;
3) a ciência por trás da ação da Luz Intensa Pulsada.

Então, vamos lá: como o Sol agride nossas células, e como nosso corpo se defende?

Melanina: o protetor solar natural

A melanina é o protetor solar natural do corpo humano. Ela impede a penetração da radiação solar nas camadas mais profundas da nossa pele. Então, quanto mais melanina houver nos tecidos epiteliais, menor será a agressão causada pelo sol.

Pelo fato de a melanina ser um pigmento escuro, existem certos comprimentos de onda que ela consegue reter. E estes comprimentos incluem os raios ultravioleta do tipo A e do tipo B. Nossa melanina só não consegue nos proteger dos raios UV-C.

Afinal, o buraco da camada de ozônio não existia durante todo o processo de evolução dos Homo sapiens sapiens. Fomos nós – seres humanos modernos – os responsáveis por danificar a camada de ozônio, através da emissão de gases nocivos no último século.

E cem anos – em termos evolutivos – é bem pouco tempo para que nossos corpos pudessem se adaptar a esta nova radiação que, aliás, é altamente cancerígena justamente pelo fato de nosso corpo não ter defesas contra ela. E aí é que entram os protetores solares.

RentalMed melanócito e melanina

Imagem 2 – Melanócito e melanina

Exposição solar e o fator hormonal

Pois bem. Agora que já sabemos que a luz do Sol é radiação eletromagnética, e que a nossa melanina nos defende desta agressão diária e constante. Porém, quando há muita exposição às radiações ultravioleta e infravermelhas – aliada a outros fatores hormonais como anticoncepcionais, gestação e etc – os melanócitos, células produtoras de melanina, podem começar uma proliferação acelerada, ou a produzir mais melanina do que o normal.

Ora, uma produção de melanina acima do normal gera aumento de pigmentação naquela região. E coincidentemente ou não, as regiões mais atingidas são justamente onde há maior incidência de radiação solar.

Testa, maçãs do rosto, colo e mãos são as regiões mais comuns onde estas manchas costumam aparecer.

RentalMed melasma testa Luz Pulsada

Imagem 3 – Exemplo de melasma na testa

Diagnóstico e Lâmpada de Wood

A Lâmpada de Wood, Luz de Wood ou simplesmente LW é uma luz ultravioleta de baixo comprimento de onda. É muito utilizada por dermatologistas e esteticistas para verificar a presença de lesões de pele e suas características de extensão de acordo com a fluorescência observada.

Com ajuda da Lâmpada de Wood dá pra ver “embaixo da epiderme”, onde ocorrem os depósitos de melanina que podem vir a tornarem-se melasmas. E esta identificação precoce ajuda muito no tratamento das manchas antes que possam intensificar-se e emergir até a superfície da pele.

RentalMed Análise de machas escuras com Lâmpada de Wood

Imagem 4 – Análise da pele com Lâmpada de Wood (LW)

A Luz Intensa Pulsada no tratamento de manchas e melasmas

Um tratamento utilizando Luz Intensa Pulsada precisa de um comprimento de onda adequado. Como é administrada uma carga energética muito alta, a ideia é que esta energia seja aplicada de modo altamente seletivo, desencadeando interações fototérmicas e fotoquímicas apenas nos tecidos-alvo, sem interferir nos tecidos adjacentes.

A principal reação que queremos é a Fototermólise Seletiva. Do grego: Photos = luz, Thermos = calor, Lúsis = dissolução. Ou seja: dissolver com luz e calor. E é exatamente isso que a Luz Pulsada faz!

Lembra que láááá no começo deste texto falamos sobre sair de camisa preta em um belo dia de sol? E sobre como as cores escuras atraem e retém as radiações eletromagnéticas? Pois é! Imagine que o feixe de fótons da Luz Pulsada é “o Sol”, e que a melanina é a “camiseta preta ao sol”!

A cor do pigmento atrai e retém o calor e a energia da Luz Pulsada, vaporizando a melanina. E só a melanina, de forma seletiva, sem machucar os outros tecidos em volta! A vaporização da melanina acontece através do efeito de fototermólise. E a seletividade acontece porque a luz intensa pulsada atua melhor e é atraída pelos tecidos de cor escura, como é o caso da… melanina!

O uso da Luz Intensa Pulsada requer o ajuste de quatro parâmetros: comprimento de onda, intensidade, intervalo dos disparos e a duração do pulso. Bora lá descobrir o que cada um faz?

RentalMed Fototermólise Seletiva

Imagem 5 – Cromóforo e a fototermólise seletiva

Definindo os comprimentos de onda

Agora que já sabemos o que é a Luz Intensa Pulsada e como ela atua nas células, é hora de nos aprofundarmos um pouco mais nos pormenores e particularidades dos comprimentos de onda e suas ações. Para definirmos os comprimentos de onda, antes é necessário definir qual é o objetivo da aplicação. É para clareamento? Depilação? Rejuvenescimento

Exemplos:

Para clareamentos de depósitos de melanina, é feito um disparo de luz pulsada com comprimento de onda adequado entre 530nm e 560nm. Estes pulsos de fótons atuam em manchas mais superficiais, ali entre a derme papilar e a epiderme. Já para o tratamento de melanose solar podem ser utilizados comprimentos maiores, como 640nm.

Logo, podemos deduzir que: quanto maior for o comprimento de onda, mais fundo ela penetra na pele.

RentalMed Profundidade de penetração da luz pulsada

Imagem 6 – Comprimentos de onda e profundidade de atuação

Definindo a Intensidade

Definido o comprimento de onda, precisamos ajustar “a força” com que este disparo de fótons vai atingir os tecidos. E é de extrema importância acharmos uma intensidade adequada para o feixe de luz pulsada.

Precisamos definir uma intensidade para que a fototermólise seletiva seja eficaz, causando uma lesão programada exatamente no tecido que queremos atingir. O(s) disparo(s) precisam ser ajustados para que estas lesões programadas não sejam nem tão superficiais que não funcionem, nem tão potentes a ponto de causar queimaduras.

Intervalo e duração dos disparos

Estes parâmetros são autoexplicativos. São fatores importantes porque são eles que definem qual será o “tempo de respiro” entre um disparo e outro, e por quanto tempo o feixe de fótons atuará na pele. Reforçam, então, a escolha da intensidade, com quem a duração do disparo é intimamente ligada.

Outras propriedades da Luz Intensa Pulsada

Para os casos de manchas na pele, especialmente as causadas pelo sol ou por aumento de produção de melanina, a Luz Intensa Pulsada é utilizada para fazer a vaporização da melanina através da Fototermólise Seletiva.

Mas a aplicação do feixe de fótons também gera outros efeitos. Um deles é o processo inflamatório agudo, que vai nos ajudar a gerar um estímulo de produção de colágeno e à criação de novas células, colocando a mitose em ação juntamente com a proliferação de proteínas. Assim, há uma proliferação tecidual, de forma bem englobada. Por conta disso, a luz intensa pulsada serve também para rejuvenescimento, além dos tratamentos de manchas e depilação.

E existem também outros tipos de manchas que não são melanosiânicas, que são eritematotelangectásicas, eritemas. O eritema é uma ruborização, um avermelhamento, e você tem esta mancha acontecendo por conta da quantidade de capilares e microvasos sanguíneos com hemossiderina ou hemoglobina. Estes fatores podem causar alterações como nevos melanocíticos, hemangiomas e outros tipos de manchas avermelhadas que também podem ser tratadas como luz intensa pulsada.

RentalMed Aplicação de Luz Pulsada LIP

Imagem 7 – Aplicação de Luz Intensa Pulsada (LIP)

Luz Pulsada para Manchas Eritematotelangectásicas

A Luz Intensa Pulsada é utilizada para regiões mais abrangentes e difusas como, por exemplo, manchas rosáceas e eritemas. Estas manchas ocupam muito mais área, e são também mais vascularizadas.

Por estas características, não seria prático fazer um tratamento “pontinho por pontinho” como seria feito utilizando laser. Até porque a energia do laser é muito superior, e muito mais concentrada. Em razão disso, um tratamento com laser acabaria causando uma lesão ou queimadura na região, mais do que tratando a mancha de forma efetiva. Por conta disso, os lasers não são muito indicados para manchas do tipo eritematotelangectásicas.

Por outro lado, a luz intensa pulsada é mais dispersa – ela não é colimada e nem coerente como é o laser. Assim, ela propicia uma captura mais variada, dispersando a energia e não queimando tanto quanto o laser, além de atuar em uma área muito maior. Por conta disso, a luz pulsada é mais eficiente. A lesão que ela causa é menor e menos profunda que a do laser, permitindo a aplicação por duas, até três vezes na mesma região, além de tratar áreas maiores em menos tempo, por ter um spot de aplicação maior.

RentalMed Rosacea Luz Pulsada Antes e Depois

Imagem 8 – Resultados de um tratamento de rosácea com Luz Intensa Pulsada

Já nos casos de microvarizes, microvasos, ou seja, telangectasia única e exclusivamente, é possível ajustar e direcionar o feixe de fótons do laser para que atue na vaporização deste vaso específico. Como há um intervalo entre disparos, é possível dar espaços na aplicação, trabalhando o vaso longitudinalmente, seguindo o seu caminho específico. Nestes casos o laser é até mais eficiente do que a luz pulsada, embora esta última também apresente resultados interessantes.

Luz Intensa Pulsada para depilação

A Luz Pulsada também é muito utilizada para fotodepilação, e é excelente para este objetivo. O princípio científico é exatamente o mesmo: fototermólise seletiva. Porém, no caso da depilação, o cromóforo alvo é a base dos pelos, que também contém melanina. Exceto nos casos de pelos muito claros, como você pode ver nesta matéria aqui. Em breve, teremos matérias específicas para falar de modo mais aprofundado sobre Fotodepilação e Fototermólise Seletiva. Até lá!

Conheça alguns equipamentos de Luz Intensa Pulsada:

https://rentalmed.com.br/produto/htm-light-pulse-luz-intensa-pulsada/

Bioset MaxiFlash – Luz Intensa Pulsada + LEDs

KLD Ascua – Luz Pulsada

https://rentalmed.com.br/produto/derma-scan-white-altovolt-estek/

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Your email address will not be published. Required fields are marked *


{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}